Vila decidirá se quer Carnaval

Foi apoiada por unanimidade proposta da moradora Celina Dinitzen de realização de uma pesquisa entre moradores e comerciantes da Vila Madalena para ver se eles querem ou não Carnaval de Rua no bairro no próximo ano.

Encampada pela Prefeitura Regional de Pinheiros/Vila Madalena, o ‘plebiscito’ foi sugerido na reunião (foto) realizada na noite desta quinta-feira (08.02), quando foram discutidas medidas a serem tomadas nas festas carnavalescas  das próximas semanas.

A forma e a data de se fazer a consulta ainda não foram definidas. Mas o prefeito regional Paulo Mathias se comprometeu a encaminhar o assunto nos próximos meses.

No encontro, a Prefeitura informou que o quadrilátero a ser fechado deverá ser o mesmo do ano passado e confirmou a dispersão às 20h. Paulo Mathias, porém, não quis adiantar as medidas operacionais para efetivar a saída dos foliões depois desse horário: “É top secret”, justificou.

 

Tiroteio na Aspicuelta

Ocorreu um tiroteio na esquina das ruas Simão Álvares com Aspicuelta, por volta das 16h desta quinta-feira (09.02).

A informação foi passada pela moradora Carmen Busana, que presenciou o incidente.

Segundo ela, três PMs perseguiram, deram dois tiros (um atingiu), e prenderam 2 assaltantes.

“Saíram de camburão, mas todo o entorno está muito assustado”, contou ela.

 

Ordem e Progresso

Foto: G1
Em visita à Zona Oeste neste domingo (05.02), o prefeito João Dória Jr. declarou que a principal preocupação da Prefeitura neste Carnaval será a Vila Madalena.
 
Em rápida entrevista, disse que “não há rigor quanto à quantidade de pessoas nas ruas nos dias de folia” e que as negociações com blocos estão sendo feitas de forma “harmônica”.
 
Segundo ele, “o foco principal é a Vila Madalena, que precisa de um pouco de organização e disciplina”.

Moradores pedem mais ações

Além das ações anunciadas pela Prefeitura e pela Polícia Militar na reunião de quinta-feira(02.02) no Ministério Público, representantes de moradores pediram outras providências.

João Pedro (foto), conselheiro do bairro no Conselho Participativo Municipal, entre outras medidas, solicitou o fechamento da Praça do Aprendiz durante o período de Carnaval; aviso aos moradores do fechamento de rua e desfiles; e tirar mesas e cadeiras das calçadas durante desfile dos blocos.

Pediu ainda que não seja realizado outro evento de rua durante os desfiles na Vila, manutenção do transporte coletivo e que sejam proibidas propagandas de bebida alcoólica perto de escolas e postos de saúde.

A conselheira Beatriz Torres (foto) salientou que precisa ser respeitado o direito de ir e vir dos moradores e sinalização nas ruas para que os foliões cheguem mais facilmente ao quadrilátero da folia.

Beatriz pediu ainda aos representantes do Poder Público presentes, entre outras reivindicações, atenção à Rua Inácio Pereira da Rocha, que geralmente fica sem proteção alguma, e policiamento nos arredores do quadrilátero, nos trajetos das estações do Metrô e, principalmente, nas escadarias do bairro.

No próximo dia 14 de Fevereiro, haverá outra reunião no Ministério Público, na qual a Prefeitura Regional, a CET e a PM vão divulgar detalhadamente as medidas planejadas para os dias de desfiles de blocos.

Blitz todo fim de semana

O prefeito regional Paulo Mathias disse que haverá blitz todos os fins de semana à noite na Vila Madalena.

A informação foi dada nesta quinta-feira (02.02) durante reunião no Ministério Público, na qual foram discutidas as providências para o carnaval de rua no bairro.

Segundo Paulo Mathias, na blitz da semana passada foram apreendidos quinhentos quilos de bebidas de ambulantes ilegais.

Além disso, muitos carros foram multados pela CET, que, em conjunto com a Prefeitura Regional, a Guarda Municipal e a Polícia Militar, participa das operações.