Moradores pedem mais ações

Além das ações anunciadas pela Prefeitura e pela Polícia Militar na reunião de quinta-feira(02.02) no Ministério Público, representantes de moradores pediram outras providências.

João Pedro (foto), conselheiro do bairro no Conselho Participativo Municipal, entre outras medidas, solicitou o fechamento da Praça do Aprendiz durante o período de Carnaval; aviso aos moradores do fechamento de rua e desfiles; e tirar mesas e cadeiras das calçadas durante desfile dos blocos.

Pediu ainda que não seja realizado outro evento de rua durante os desfiles na Vila, manutenção do transporte coletivo e que sejam proibidas propagandas de bebida alcoólica perto de escolas e postos de saúde.

A conselheira Beatriz Torres (foto) salientou que precisa ser respeitado o direito de ir e vir dos moradores e sinalização nas ruas para que os foliões cheguem mais facilmente ao quadrilátero da folia.

Beatriz pediu ainda aos representantes do Poder Público presentes, entre outras reivindicações, atenção à Rua Inácio Pereira da Rocha, que geralmente fica sem proteção alguma, e policiamento nos arredores do quadrilátero, nos trajetos das estações do Metrô e, principalmente, nas escadarias do bairro.

No próximo dia 14 de Fevereiro, haverá outra reunião no Ministério Público, na qual a Prefeitura Regional, a CET e a PM vão divulgar detalhadamente as medidas planejadas para os dias de desfiles de blocos.

Blitz todo fim de semana

O prefeito regional Paulo Mathias disse que haverá blitz todos os fins de semana à noite na Vila Madalena.

A informação foi dada nesta quinta-feira (02.02) durante reunião no Ministério Público, na qual foram discutidas as providências para o carnaval de rua no bairro.

Segundo Paulo Mathias, na blitz da semana passada foram apreendidos quinhentos quilos de bebidas de ambulantes ilegais.

Além disso, muitos carros foram multados pela CET, que, em conjunto com a Prefeitura Regional, a Guarda Municipal e a Polícia Militar, participa das operações.

 

 

 

Bares fechados às
22h durante Carnaval

 

O prefeito regional de Pinheiros/Vila Madalena, Paulo Mathias (na foto, ao centro), relatou nesta quinta-feira (02.02) que está conversando com donos dos bares do bairro no sentido de que fechem suas portas às 22h.

A informação foi dada durante reunião no Ministério Público para tratar das providências a serem tomadas pelo Poder Público durante o Carnaval na Vila.

Paulo Mathias lembrou que legalmente os bares podem funcionar até a 1h. Mas muitos já concordaram em encerrar o expediente às 22h para colaborar com a dispersão dos foliões.

Este ano, os blocos deverão desligar seu som até as 19h e iniciar a dispersão até as 20h. E não poderão iniciar o desfile depois das 15h, segundo o acordo que fizeram com a Prefeitura.

Ministério Público quer proteger os moradores

O Ministério Público quer garantir aos foliões o direito de manifestação durante o Carnaval de Rua na Vila Madalena. Ao mesmo tempo, precisa proteger os moradores para que mantenham seu conforto, sua saúde e a limpeza de suas ruas e casas.

Essa afirmação foi feita na tarde desta quinta-feira (02.02) pelo Dr.César Ricardo Martins (foto), 5º Promotor de Justiça de Habitação e Urbanismo da Capital, durante reunião para discutir as providências do poder público para os desfiles dos blocos no bairro.

Participaram do encontro representantes de moradores do bairro e da Prefeitura Regional, CET, Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar.

Haverá outra reunião no dia 14 deste mês, na qual o promotor espera que todos os órgãos envolvidos apresentem seus planejamentos detalhados.

Assalto na Rua Harmonia

Dois rapazes assaltaram à mão armada uma cliente da Drogasil da Rua Harmonia, por volta das 23h desta terça-feira(31.01).

Os assaltantes levaram a Hilux da vítima, que estava estava estacionada em frente à farmácia.

Pessoas que trabalham nos arredores informaram que é a segunda Hilux roubada nesse quarteirão (entre Wizard e Aspicuelta) este mês.