Histórias de Boechat
na Livraria da Vila

Será lançado nesta segunda-feira (10.06), às 19h, na Livraria da Vila da Fradique, o livro “Toca o barco”, que traz histórias sobre o jornalista Ricardo Boechat, morto em fevereiro passado.

São episódios de bastidores, contados por 32 colegas que trabalharam, conviveram, sofreram e se divertiram com ele.

O livro reúne textos inéditos de José Simão, Ancelmo Gois, Leilane Neubarth, Fernando Mitre, José Luiz Datena, Tatiana Vasconcellos, Joaquim Ferreira dos Santos, Milton Neves, Ângela de Rego Monteiro e Luiz Megale,  entre outros.

“Toca o barco” inclui ainda charges de Chico Caruso, Aroeira, Cláudio Duarte e André Hippertt, com quem ele também trabalhou nas redações pelas quais passou.

A Livraria da Vila fica na Rua Fradique Coutinho 915, Vila Madalena.

 

Copa América preocupa a Vila

A Savima – Sociedade dos  Amigos da Vila Madalena – já começou a se reunir com entidades do poder público, tendo em vista os preparativos para preservar a ordem no miolo da Vila Madalena durante a realização da Copa América no Brasil.

Cassio Calazans, presidente da Savima, em reunião no Batalhão da PM da região. Foto: Savima.

 

A expectativa é que venham muitos torcedores de países latino-americanos, principalmente da Argentina, que, a exemplo do que ocorreu na Copa do Mundo no Brasil, podem se concentrar no bairro em dias de jogos.

Durante os últimos campeonatos mundiais, várias medidas foram tomadas para evitar aglomerações na Vila, entre as quais a proibição de ambulantes, de telões do lado de fora dos bares, e fechamento do quadrilátero festivo.

Vai ter quermesse na paróquia
durante todo o mês de Junho

 

Neste ano, as festas juninas da Paróquia da Vila Madalena vão durar o mês inteiro.

A tradicional quermesse estará funcionando no pátio da igreja durante os cinco fins de semana de Junho.

Haverá barraquinhas de comes e bebes, de música e de jogos para adultos e crianças.

Dias da quermesse: 01 e 02; 08 e 09; 15 e 16; 20 e 23; e 29 e 30 de Junho.

Horário: das 18 às 22h.

Endereço: Rua Girassol, 795.

 

Vizinhança Solidária
no Beco do Batman

Integrantes do U2 em visita ao Beco do Batman

Vizinhos do Beco do Batman criaram um grupo de Vizinhança Solidária para melhorar a atual situação do tradicional ponto turístico da Vila Madalena e de seus arredores.

Segundo eles, isso decorreu da crescente frequência do local, inclusive por turistas e artistas estrangeiros, que traz alguns contratempos.

Entre esses problemas, citam o estacionamento de veículos em locais proibidos e nas calçadas, guardadores de carros que cobram preços extorsivos, e ambulantes que montam suas barracas na frente dos grafites, escondendo a sua visão.

Câmeras já estão sendo instaladas na região

Além disso, há excesso de barulho, acúmulo de lixo nas ruas e aumento dos furtos, inclusive com invasão de moradias e escritórios ao redor.

“Uma das ideias – explica Simon Widman, um dos moradores – é sensibilizar as autoridades de que o Beco merece uma atenção especial, em razão de sua transformação em badalado atrativo turístico”.

O grupo já se reuniu com representantes da Polícia Militar, e também já providenciou a instalação um sistema interligado de câmeras que permitirá acompanhar o que acontece nas ruas em torno do Beco.

“Acreditamos que se houver organização e fiscalização, será possível aproveitar todos os benefícios gerados pelo Beco, tanto para moradores e empreendedores da vizinhança quanto para os próprios visitantes”, conclui Simon Widman.

A Vila Madalena nas páginas policiais

As principais notícias desta semana sobre a Vila Madalena foram publicadas nas páginas policiais dos jornais.

Seguranças do Metrô. Reprodução Folha

Uma das principais notas da Imprensa em geral foi a de que seguranças da estação da Vila do Metrô agrediram com socos e pontapés um vendedor ambulante que frequenta o banheiro local. O caso foi registrado como lesão corporal, abuso de autoridade e ameaça, na Delegacia do Metropolitano (Delpom).

Outra ocorrência que ocupou o noticiário deste fim de semana foi a acusação de que uma moça foi estuprada por um homem no Vila Seu Justino, da Rua Harmonia. A própria vítima relatou o caso nas redes sociais na última quarta-feira (22.05). O inquérito está sob a responsabilidade do 14° Distrito Policial.

Denunciados pela Internet, houve ainda  assaltos a pelo menos dois estabelecimentos comerciais do bairro.  Os assaltantes, que levaram dinheiro e celulares das vítimas, eram dois rapazes que utilizavam uma moto disfarçados de entregadores.